15 Tipos de Operação: Escolha Seu Estilo

15 Tipos de Operação: Escolha Seu Estilo

Os mercados financeiros são uma parte crucial da economia global. Ao redor do mundo, as pessoas os utilizam para comprar e vender desde ações e títulos até moedas, commodities e derivativos

Conteúdo

financial-markets

Os mercados financeiros proporcionam uma maneira para as pessoas investirem dinheiro em ativos e obterem retorno sobre seus investimentos. Mas afinal, o que é o trading? Em sua forma mais simples, trading é o processo de comprar e vender ativos na esperança de obter lucro.

Há algum tempo, eu costumava pensar que o trading era um conceito bastante simples: você compra algo barato e depois vende por um preço mais alto. No entanto, à medida que ganhei mais experiência nos mercados financeiros, percebi que havia mais no trading do que apenas comprar baixo e vender alto.

Existem muitas técnicas e estratégias diferentes de trading, cada uma com seu próprio conjunto específico de riscos e recompensas. Portanto, ao analisar os diferentes tipos de trading, você deve primeiro decidir que tipo de trader deseja ser.

Você está buscando uma visão de curto prazo e quer operar com base no momentum do mercado, ou está mais interessado em uma visão de longo prazo e em investir em empresas que você acredita terem fundamentos sólidos? Essa decisão se resume à sua psique. Qual é a sua personalidade e tolerância ao risco?

Você gosta da emoção do trading acelerado, ou prefere uma abordagem mais lenta e constante? Depois de decidir sua persona de trader, você pode começar a analisar os diferentes tipos de operações que podem se adequar ao seu estilo.

O Investopedia mostra que traders experientes podem obter até 19% de retorno ou mais em seus investimentos, enquanto iniciantes tendem a incorrer em prejuízos. Com a abordagem certa, o trading pode ser uma atividade muito lucrativa. Neste resumo abrangente, vou ajudar você a se familiarizar com os tipos mais comuns de trading com base em alguns parâmetros-chave:

  • Estratégias de trading
  • Prazo e período em que a operação está aberta
  • Técnica de análise com base na operação
  • Classe de ativos negociados

Esses são os mesmos parâmetros que outros traders profissionais e eu usamos para avaliar uma operação antes de abrir nossas posições. Portanto, seja você um iniciante ou um trader experiente, esta visão geral dos diferentes tipos de trading certamente fornecerá insights sobre qual abordagem pode funcionar melhor para você. Vamos começar.

Quais São os Diferentes Tipos de Trading com Base em Estratégias de Negociação?

Estratégia refere-se às ações específicas ao entrar e sair de uma operação. É o “plano de jogo” que os traders utilizam para determinar quando comprar ou vender um ativo.

momentum-trading

Uma estratégia de negociação é o que diferencia os melhores traders dos demais. Uma estratégia de negociação deve considerar sua tolerância ao risco, objetivos de investimento e visão de mercado. Também deve levar em consideração os diferentes tipos de ordens para entrar e sair das operações. Embora existam muitas estratégias de negociação possíveis, os tipos mais comuns são o trading de momentum e o trading de reversão à média.

  1. Trading de Momentum

O trading de momentum é uma técnica que tenta tirar proveito da velocidade ou momentum dos movimentos de preço. Os traders de momentum acreditam que os preços que estão subindo (ou caindo) têm mais chances de continuar nessa direção do que de reverter. Eles compram (ou vendem) com base nessa crença e fecham suas posições quando veem sinais de desaceleração do momentum.

Traders que preferem ter um papel mais ativo em suas operações costumam usar esse tipo de estratégia, pois lhes permite fazer muitas ordens de compra ou venda ao longo do dia com base nas condições de mercado. Por exemplo, um trader de momentum pode comprar um ativo quando o preço aumenta rapidamente e vendê-lo quando o preço cai.

Pense nisso como o momentum de um trem: quando um trem começa a se mover, é difícil pará-lo, especialmente depois de ganhar velocidade.

Mas eventualmente, ele diminuirá a velocidade e parará à medida que seu momentum se dissipa. Da mesma forma, os traders de momentum acreditam que, uma vez que uma ação ou outro ativo se mova em uma direção específica, será difícil mudar de curso e ir na direção oposta.

Os traders de momentum tendem a operar em prazos curtos (de alguns dias a alguns meses) e muitas vezes mantêm suas posições por apenas algumas semanas ou até mesmo dias. Negociar squeezes curtos é uma forma de trading de momentum.

  1. Trading de Reversão à Média

Esse tipo é o oposto do trading de momentum e se aproveita de períodos em que os preços retornam à média ou nível de preço médio. Enquanto os traders de momentum acreditam que os preços que estão subindo têm mais chances de continuar crescendo, os traders de reversão à média acreditam que os preços que estão subindo têm mais chances de cair de volta para a média.

O trading de reversão à média é a ideia de que os preços que estão constantemente se movendo em uma direção eventualmente retornarão ao ponto de partida. Adoro olhar para isso dessa maneira. Imagine estar em um balanço, e a outra extremidade está suspensa no ar por algum tempo. Você sabe muito bem que ela vai cair em algum momento.

O trading de reversão é tudo sobre esperar que um ativo “caia de volta” e comprá-lo quando isso acontece. Existem muitas abordagens possíveis para o trading de reversão à média.

Ainda assim, a mais comum é comprar um ativo quando o preço cai abaixo de um certo nível e vendê-lo quando o preço sobe acima desse nível. Por exemplo, suponha que uma ação X ou outro ativo Y tenha subido constantemente nos últimos meses.

Nesse caso, os traders de reversão à média podem esperar que ela caia eventualmente e começar a vender a descoberto (ou entrar comprado) quando veem sinais de fraqueza nos preços. Os traders de reversão à média muitas vezes mantêm suas posições por semanas ou meses e podem usar indicadores técnicos para ajudá-los a identificar períodos em que os preços estão prestes a se reverter.

Further reading

Como Você Pode Negociar com Base no Prazo?

Suponha que sua visão prototípica de um “trader” consista em alguém curvado sobre meia dúzia de telas, comprando e vendendo rapidamente ativos ao longo do dia. Nesse caso, você está pensando em um day trader. Mas nem todos os traders operam em prazos tão curtos.

thinking-of-a-day-trader

Alguns traders podem manter suas posições por dias, semanas, meses ou até mesmo anos! Eu acredito que esses prazos mais amplos permitem eliminar o “ruído de mercado” e capturar grandes oscilações de preço, verdadeiramente “saborosas”.

O prazo e o período que uma operação fica aberta podem variar amplamente, dependendo dos objetivos do trader, da tolerância ao risco e do nível de expertise. Por exemplo, um day trader pode manter posições por apenas algumas horas ou minutos antes de fechá-las. Um swing trader pode manter suas posições por alguns dias antes de encerrá-las.

E um investidor pode permanecer no mercado por semanas ou meses antes de encerrar a posição. O tempo que um trader mantém uma operação pode afetar sua estratégia e abordagem para analisar as condições de mercado. Aqui estão alguns exemplos de diferentes tipos de negociação com base no prazo e na duração da operação:

  1. Scalping 

Costumo descrever o scalping como “trading em alta velocidade”. Quando você está scalping, está obtendo pequenos lucros rapidamente e saindo das posições imediatamente. Embora eu não encoraje esse tipo de negociação para traders novos ou inexperientes, pode ser uma abordagem prática para aqueles que sabem o que estão fazendo.

O scalping é uma técnica de negociação que envolve abrir e fechar muitas posições em rápida sucessão no mesmo dia. O objetivo é capturar pequenos movimentos de preço, muitas vezes em resposta a eventos de notícias ou indicadores técnicos, puramente baseados na especulação do momentum de mercado.

Os traders que utilizam essa estratégia buscam lucrar com o spread de compra e venda – a diferença entre os preços pelos quais uma moeda pode ser comprada ou vendida. Os scalpers geralmente mantêm suas posições por apenas alguns minutos ou até mesmo segundos e podem utilizar uma alavancagem alta para maximizar seus lucros.

Este estilo de negociação exige mercados líquidos, execução rápida e um estômago forte para o risco, já que mesmo pequenos movimentos de preço podem resultar em perdas significativas se as posições não forem cuidadosamente gerenciadas. A maioria dos scalpers tende a focar em ações altamente líquidas e principais pares de moedas com volumes diários elevados, como GBP/USD, USD/JPY e EUR/USD.

  1. Day Trading

Você já recebeu um e-mail, viu um tweet ou ouviu falar sobre uma ação que teve um grande aumento na última hora? Ou talvez tenha visto o preço de uma ação piscar na sua tela e se perguntou como chegou lá tão rapidamente. Se sim, você pode ter se deparado com day traders.

O day trading pode ser uma opção melhor para os tipos de traders no mercado de ações que não se sentem confortáveis com o scalping. Day trading é a prática de abrir e fechar posições dentro do mesmo dia. A principal diferença entre scalping e day trading é que os day traders geralmente fazem apenas uma ou duas operações, enquanto os scalpers podem fazer dez ou mais.

Isso significa que os day traders têm mais flexibilidade em seus prazos e podem potencialmente obter lucros maiores se previrem com precisão os movimentos de preço a curto prazo. Como ter sucesso no day trading? Primeiramente, é vital compreender a análise técnica e possuir habilidades sólidas de gerenciamento de riscos, já que até mesmo pequenas flutuações de preço podem resultar em perdas significativas se não forem gerenciadas adequadamente.

  1. Swing Trading

Esqueça o day trading e o scalping – se você deseja manter suas posições por mais de um dia, o swing trading pode ser a abordagem certa.

type-of-trading

Este tipo de negociação fica entre o day trading e o investimento de longo prazo, mantendo posições de alguns dias a algumas semanas. O objetivo é capturar movimentos de preço de médio prazo, o que pode ser difícil se olharmos apenas para gráficos de curto prazo.

O swing trading frequentemente utiliza análise técnica para identificar períodos de potencial momentum de preço, mas também pode ser usado para pura especulação com base no sentimento de mercado. Este estilo de negociação pode ser lucrativo se você conseguir prever com precisão para onde os preços estão indo a curto prazo.

Ainda assim, também pode levar a perdas significativas se suas previsões forem imprecisas. Alguns dos indicadores mais populares usados por swing traders incluem médias móveis, bandas de Bollinger e ferramentas de análise técnica como MACD (Convergência e Divergência de Médias Móveis), Índice de Força Relativa (RSI) e Osciladores Estocásticos.

  1. Position Trading

Investidores de longo prazo em ações, como Warren Buffett, são considerados position traders. No entanto, o position trading é talvez a forma menos ativa de negociação de ações, já que as posições geralmente são mantidas por meses ou até anos. O position trading é uma abordagem de negociação de prazo mais longo que adota uma visão mais macro dos mercados.

O objetivo é lucrar com movimentos de preço mais significativos ao longo de semanas, meses ou até anos. Esse tipo de negociação frequentemente utiliza análise fundamental para identificar oportunidades e análise técnica para cronometrar pontos de entrada e saída.

Position traders geralmente mantêm suas posições por períodos prolongados e podem usar ordens de stop-loss e limit para ajudar a gerenciar seu risco. Como este estilo de negociação exige menos monitoramento diário, pode ser uma boa opção para aqueles que desejam diversificar sua carteira além de estratégias de curto prazo.

Os position traders mantêm suas posições por períodos prolongados e não se preocupam com pequenas flutuações de preço e recuos. Como resultado, muitas vezes conseguem obter lucros mais significativos de seus investimentos. No entanto, isso vem com riscos mais altos, pois um movimento de preço substancial na direção errada pode levar a grandes perdas.

Further reading

Como Você Pode Negociar com Base em Técnica de Análise?

A maioria dos traders profissionais que conheço utiliza alguma forma de análise ao tomar suas decisões de negociação.

trading-decisions

Você sabe, o tipo que envolve a análise de gráficos, interpretação de sinais e tendências, e o uso de uma variedade de indicadores para identificar possíveis oportunidades de negociação. Embora seja certamente possível ganhar dinheiro negociando sem qualquer análise, aqueles que são mais bem-sucedidos geralmente entendem como os preços se movem e quais abordagens são propensas a serem lucrativas em diversas condições de mercado.

Portanto, se você leva a sério a negociação, é importante estudar diferentes técnicas de análise e encontrar aquela que funciona melhor para você. Pode ser desde a análise de padrões de preço simples e níveis de suporte/resistência até indicadores técnicos mais avançados como Bandas de Bollinger e médias móveis. A análise é um estudo detalhado da ação do preço para identificar tendências de mercado e oportunidades de negociação.

Por que isso é importante?

O objetivo da análise é ajudá-lo a fazer previsões mais precisas sobre para onde os preços estão indo, para que você possa entrar e sair de operações de acordo. Existem dois tipos principais de análise: análise técnica e análise fundamental. Cada um tem suas vantagens e desvantagens, então é essencial entender suas diferenças antes de decidir qual usar.

  1. Negociação com Análise Técnica

A análise técnica é uma técnica de negociação popular que envolve o estudo de gráficos e padrões de preço para identificar oportunidades de mercado. Esse tipo de análise utiliza indicadores de preço, médias móveis e osciladores de momentum para ajudar os traders a prever movimentos de preço a curto prazo com base em dados passados de mercado.

Muitos traders técnicos usam níveis de suporte e resistência para identificar pontos potenciais de entrada e saída de operações, além de ordens de stop-loss para gerenciar seu risco. A análise técnica pode ser utilizada para day trading, swing trading e até mesmo para investimentos de longo prazo.

  1. Negociação com Análise Fundamental

A análise fundamental é outra técnica popular de negociação que utiliza indicadores e eventos econômicos para identificar oportunidades de negociação. Esse tipo de análise observa fatores como estabilidade financeira de uma empresa, relatórios de ganhos, desdobramentos de ações e condições macroeconômicas para tentar identificar investimentos potenciais.

Investidores de longo prazo frequentemente utilizam a análise fundamental, mas ela também pode ser usada para operações de curto prazo se você conseguir prever com precisão como um evento específico afetará os preços.

  1. Negociação Tecno-Fundamental

A negociação tecno-fundamental combina tanto a análise técnica quanto a análise fundamental para tentar identificar as melhores oportunidades nos mercados. Traders que utilizam essa abordagem frequentemente examinam indicadores econômicos para identificar tendências potenciais de longo prazo e, em seguida, utilizam a análise técnica para cronometrar seus pontos de entrada e saída.

Esse tipo de negociação pode ser lucrativo se você conseguir prever com precisão quais fatores impactarão significativamente os preços a curto prazo. No entanto, também apresenta maior risco, pois eventos inesperados ou mudanças nas condições de mercado podem levar a perdas significativas.

  1. Negociação com Análise de Sentimento

A análise de sentimento é um tipo de negociação que observa o sentimento do mercado para identificar oportunidades potenciais. Essa técnica envolve estudar o comportamento dos investidores e usar essas informações para tentar prever movimentos futuros de mercado.

Further reading

O que Você Entende sobre Negociação de Classes de Ativos?

Bem, classes de ativos são um conjunto de títulos que se enquadram em diferentes categorias com base em seus perfis de risco e retorno. Isso inclui ações, títulos, commodities, moedas, imóveis e muito mais.

asset-classes

Cada classe de ativos geralmente possui suas estratégias de negociação e riscos exclusivos, tornando essencial entender as diferenças entre elas antes de decidir em qual investir.

A Forbes explica assim: “A negociação de classes de ativos é uma estratégia de investimento e negociação que visa lucrar comprando e vendendo diferentes classes de ativos para aproveitar as características únicas de cada uma. Os traders usam esse tipo de negociação para se proteger contra a volatilidade do mercado, diversificar uma carteira ou lucrar com as diferenças no desempenho de diferentes classes de ativos.”

Algumas das classes de ativos mais comuns incluem:

  1. Negociação de Ações

A negociação de ações envolve a compra e venda de ações de empresas negociadas publicamente. Esse tipo de negociação pode ser realizado por meio de corretoras online ou firmas de investimento tradicionais, permitindo que investidores participem do crescimento de empresas ao redor do mundo.

Muitos fatores podem impactar os preços das ações, incluindo os lucros da empresa, desempenho financeiro e sentimento dos investidores. Por causa disso, a negociação de ações requer uma análise cuidadosa para identificar as melhores oportunidades e riscos nos mercados.

  1. Negociação de Moedas/Forex

A negociação de Forex é uma forma popular de negociação que envolve a compra e venda de pares de moedas em uma bolsa. Esse tipo de negociação permite que investidores aproveitem as flutuações nos preços das moedas para obter lucros.

Por exemplo, o par EUR/USD é um par de moedas popular que representa o euro e o dólar dos Estados Unidos. Quando o preço do EUR/USD aumenta, o euro ganha valor em relação ao dólar. Ao contrário, quando o preço diminui, o dólar ganha valor em relação ao euro.

A negociação de Forex pode ser feita por meio de corretoras online de Forex, como GKFX, ou empresas de Forex tradicionais, como HYCM (Henyep markets), e requer uma análise cuidadosa para identificar os melhores pontos de entrada e saída nos mercados. Como a negociação de moedas pode ser um mercado muito volátil, há um alto risco envolvido. Os investidores podem potencialmente perder muito dinheiro se não gerenciarem cuidadosamente suas posições.

Alguns dos fatores críticos a serem considerados ao negociar Forex incluem indicadores econômicos, eventos geopolíticos e políticas de bancos centrais. Ao analisar esses fatores, você pode identificar oportunidades e riscos potenciais de mercado para tomar decisões mais informadas.

  1. Negociação de Commodities

A negociação de commodities é um tipo de negociação que envolve a compra e venda de commodities como ouro, prata, petróleo e produtos agrícolas. Essa forma de negociação permite que investidores participem das flutuações de preços globais de commodities e geralmente é realizada por meio de corretoras online ou empresas de commodities tradicionais.

Assim como em outros tipos de negociação, vários fatores podem impactar os preços das commodities, incluindo demanda global, mudanças na oferta, eventos geopolíticos e políticas governamentais.

Portanto, investidores que se envolvem na negociação de commodities devem analisar cuidadosamente esses fatores para identificar as melhores oportunidades e os maiores riscos nos mercados. Se feita corretamente, a negociação de commodities pode ser um investimento muito lucrativo, mas também envolve riscos elevados e requer um cuidadoso gerenciamento de riscos para minimizar perdas.

  1. Criptomoedas

crypto-trading

A negociação de criptomoedas é um tipo relativamente novo de negociação que envolve a compra e venda de tokens de criptomoedas como Bitcoin, Ethereum, Tether e Litecoin. Essa forma de negociação tornou-se muito popular nos últimos anos devido ao aumento da tecnologia blockchain.

Traders e investidores de criptomoedas buscam aproveitar as flutuações nos preços das criptomoedas para obter lucros. No entanto, assim como em outros tipos de negociação, há um alto grau de risco envolvido na negociação de criptomoedas.

Os investidores podem potencialmente perder muito dinheiro se não gerenciarem cuidadosamente suas posições. Fatores que podem impactar os preços das criptomoedas incluem notícias globais, regulamentações governamentais e mudanças na tecnologia subjacente.

Ao analisar esses fatores, os traders podem identificar oportunidades e riscos nos mercados para tomar decisões mais informadas. “HODLing” é uma estratégia de negociação de criptomoedas que envolve comprar e manter tokens de criptomoedas por um período prolongado, independentemente das condições de mercado.

Essa estratégia é baseada na crença de que os preços das criptomoedas eventualmente aumentarão a longo prazo, permitindo lucros ao manter os tokens por um período estendido. É crucial entender a tecnologia subjacente e os fatores que podem impactar os preços. Os traders de criptomoedas também devem gerenciar seus riscos cuidadosamente para evitar possíveis perdas.

  1. Negociação de Arte

A negociação de arte é um tipo de negociação que envolve a compra e venda de obras de arte, como pinturas e esculturas. Essa forma de negociação permite que investidores participem do mercado global de arte, o que pode ser lucrativo para aqueles que têm conhecimento sobre arte e conseguem identificar oportunidades de investimento adequadas.

Muitos fatores influenciam os preços das obras de arte, incluindo tendências na economia global, demanda de colecionadores e oferta de obras de arte. Para ter sucesso na negociação de arte, é necessário analisar cuidadosamente esses fatores e identificar oportunidades para tomar decisões de investimento mais informadas. A negociação de arte é uma forma especializada que exige conhecimento e experiência no mercado de arte, além de boas habilidades de gerenciamento de riscos para evitar perdas.

Further reading

Como Você Pode Decidir sobre o Estilo de Negociação que Melhor se Encaixa?

Como vimos, existem diferentes tipos de traders no mercado de ações, cada um com suas estratégias, metas e estilos. Então, como decidir qual tipo de trader você deve ser?

Bem, aqui estão algumas coisas a serem consideradas:

  • Quais são seus objetivos? Você está buscando obter lucros rápidos ou deseja construir um portfólio de investimentos a longo prazo? Está interessado em criar uma carteira de ações que gere renda a longo prazo?
  • Quanto capital você planeja começar? Diferentes tipos de negociação requerem quantidades diferentes de capital, então certifique-se de ter dinheiro suficiente para começar.
  • Qual é seu nível de tolerância ao risco? Prefere correr riscos calculados ou jogar com segurança? Cada tipo de negociação vem com seu nível de risco e volatilidade, portanto, escolha um estilo que esteja alinhado com seu nível de conforto e disposição para correr riscos.
  • Quanto tempo você está disposto a dedicar à negociação? Quer ser um trader em tempo integral ou apenas negociar em meio período? Dependendo de sua agenda e outros compromissos, você pode querer focar suas atividades de negociação em um tipo específico.
  • Que tipo de personalidade você tem? Gosta da emoção do day trading ou da abordagem mais sistemática do swing trading?
  • Qual é o seu nível de experiência? Você é um trader iniciante ou tem anos de experiência no mercado? Se você é um iniciante, vai querer escolher um estilo mais simples e menos arriscado. À medida que ganha mais experiência, pode começar a explorar estratégias mais complexas.
  • Quais instrumentos você gostaria de negociar? Por exemplo, você quer negociar ações, opções, futuros ou outros instrumentos financeiros? Ou está interessado em negociar criptomoedas?
  • Você consegue seguir um plano e controlar suas emoções? Negociar não se trata apenas de entender os mercados e escolher boas operações. Também envolve ter disciplina intensa e controle emocional.
  • Responder a essas perguntas pode ajudar a reduzir o tipo de negociação que melhor atende às suas necessidades e metas. É importante lembrar que não há uma única maneira certa de negociar e que diferentes traders podem ter sucesso usando várias estratégias. Portanto, escolha a abordagem que pareça certa para você e comprometa-se com ela.

No final das contas, escolher o estilo de negociação certo se resume a entender seus próprios objetivos e tolerância ao risco, bem como o tempo e capital disponíveis.

Further reading

A Conclusão?

Se você está pensando em se envolver na negociação, há muitas opções disponíveis, dependendo de seus objetivos, tolerância ao risco e nível de experiência.

É crucial encontrar um estilo que se adeque à sua personalidade, psique e metas de investimento, desde o scalping, day trading e swing trading até o position trading. Na maioria dos casos, quantos tipos de negociação você escolhe usar dependerá da sua estratégia geral de negociação e abordagem de gerenciamento de riscos.

Esteja você negociando em forex, commodities, criptomoedas ou outro tipo de ativo, é vital entender os mercados e os vários fatores que podem impactar os preços. Além disso, os traders bem-sucedidos devem gerenciar cuidadosamente suas posições e minimizar perdas para maximizar os lucros.

Com as ferramentas certas, conhecimento, preparação e uma corretora como a Olymp Trade, você pode ter sucesso na negociação, independentemente do tipo de mercado que escolher. Lembre-se: sempre há algo novo para aprender e oportunidades nos mercados, então mantenha uma mente aberta e foque em seus objetivos para alcançar o sucesso!

Further reading

×
Or sign up with e-mail

×

Create Alert For

USD

Current Value is